Ti trovi in:Archivio»BRM - Posse no novo governo Provincial

Archivio

Ricerca per tag

22/03/2015

BRM - Posse no novo governo Provincial

2015-03-22 BRMNo dia 14 de março, data em que se comemora o dia do nascimento do P. Dehon, fundador da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, Dehonianos, tomou posse o novo Superior Provincial da Província Brasileira Meridional, P. Gilberto Bonato Xavier, e seu conselhos, os padres Cláudio Márcio Piontkewicz,  Sildo César da Costa,  Adalto Luiz Chitolina e Diomar Romaniv . A missa, celebrada as 10h na Capela do Seminário SCJ, Sede Provincial, foi presidida pelo provincial em exercício, P. Cláudio Márcio Piontkewicz. Participaram diversos religiosos da Congregação bem com leigos dehonianos oriundos de vários lugares.

Segue abaixo a mensagem do novo provincial (proferida no dia da posse):2015-03-22bis BRM

Reverendíssimo P. Donizeti Queiroz, superior provincial da Província Brasil Meridional (BRM),

Reverendíssimo P. Cláudio Márcio Piontkewicz, superior provincial em exercício da Província Brasil Meridional (BRM),

Reverendíssimo P. Mariano Weizenmann, superior provincial da Província Brasil São Paulo (BSP),

Reverendíssimo P. Carlos Alberto Rodrigues, presidente da Associação Dehoniana Brasil Meridional (ADBM),



Caríssimos Padres, religiosos e religiosas,

Meus irmãos e minhas irmãs,

Quando da minha ordenação sacerdotal, escolhi como lema a passagem de Isaías (6,8) que diz: “Eis-me aqui, envia-me”. Era com essa disposição que me colocava nas mãos de Deus para exercer o meu sacerdócio onde fosse designado. Assim tem sido, com a graça de Deus, ao longo desses vinte e um anos de sacerdócio. Com a mesma disposição e inspiração bíblica – “Eis-me aqui, envia-me” – aceitei assumir a função de Superior Provincial, após contato do superior geral, P. José Ornelas de Carvalho. Hoje, quando assumo esta missão diante de todos vocês aqui presentes, que representam toda nossa família dehoniana (religiosos e leigos), quero repetir com mais ênfase: “Eis-me aqui, envia-me”.

E faço isso por que:

- confio profundamente na graça de Deus que me chama e envia;

- poderei contar com o apoio dos meus irmãos sacerdotes e religiosos da Congregação, muito bem representada por vocês Padres e Religiosos presentes nesta celebração, e de maneira especial, sei que poderei contar com a ajuda e a colaboração dos Conselheiros que assumem comigo essa missão de animar a nossa Província;

- acredito que o trabalho à frente Província Brasileira Meridional acontecerá com a ajuda, o trabalho, o companheirismo, a solidariedade e, principalmente, com a oração de todos vocês;

- sou consciente de que todos temos limitações… somos como o vaso de barro nas mãos do oleiro e por isso, Deus é capaz de transformar-nos em vasos nobres e até de grande beleza, uma vez que Ele cuida com carinho especial das nossas vidas e da nossa família religiosa;

- sei que a missão não é minha, mas nossa! Faremos o caminho juntos, assumiremos essa grande missão juntos. E, diante disso, penso que posso ousar dizer, no lugar de “Eis-me aqui, envia-me”, a seguinte expressão: “eis-nos aqui, envia-nos”. Assim, juntos, viveremos este tempo de “Graça do Senhor”. Vamos permitir que o sonho de Deus se realize em nossas vidas e em nossa Província! O contexto eclesial que vivemos – o Ano da Vida Consagrada e a Campanha da Fraternidade –  é de grande inspiração para assumirmos a missão em nossa Província.

- A Campanha da Fraternidade nos provoca a sairmos de nós mesmos e nos colocarmos a serviços dos irmãos. “O lema “Eu vim para servir”- aponta para a conversão. Não basta saber, é preciso viver o que nos pede o Evangelho. Nesse sentido somos convidados a intensificar nossa conversão na vida familiar, na comunidade e na sociedade, cada qual de acordo com sua vocação e sua inserção pelo trabalho na vida da sociedade. Vivamos intensamente essa quaresma e aproximemo-nos de Deus com confiança para pedir perdão de nossos pecados e suplicar a graça da conversão”.

- O Ano da Vida Consagrada. Exorta-nos o Papa Francisco: “Não vos fecheis em vós mesmos. Espero de vós, religiosos, o mesmo que peço a todos os membros da Igreja: sair de si mesmo para ir às periferias existenciais. «Ide pelo mundo inteiro» foi a última palavra que Jesus dirigiu aos seus e que continua hoje a dirigir a todos nós (cf. Mc 16, 15). A humanidade inteira aguarda: pessoas que perderam toda a esperança, famílias em dificuldade, crianças abandonadas, jovens a quem está vedado qualquer futuro, doentes e idosos abandonados, ricos saciados de bens, mas com o vazio no coração, homens e mulheres à procura do sentido da vida, sedentos do divino…”. Depois desta minha partilha, quero dizer que é com muita alegria que assumo, ou melhor dizendo, que assumimos – Provincial e conselheiros – essa missão.

Agradecemos a todos a confiança em nós depositada. Esperamos poder corresponder às expectativas; não decepcionar ninguém e, na medida do possível, dar nossa humilde contribuição para o desenvolvimento da nossa Província. Para que isso seja possível, queremos contar com as orações, a confiança, a amizade o apoio e o serviço disponível de todos vocês. Agradeço também, de coração e com muito respeito, em nome de toda a Província BRM, o empenho, a dedicação e o espírito de entrega e doação do P. Donizeti Queiroz e de seu conselho. A vocês, muito obrigado! Agradeço ainda, a todos que caminham junto com a nossa família religiosa, e hoje, vem rezar conosco neste momento importante na vida da Província: nossos familiares, os Leigos Dehonianos, os fiéis das Paróquias Santa Rita de Cássia e São Judas Tadeu, de Curitiba, bem como de outras Paróquias.

A todos vocês a gratidão e o pedido para que continuem rezando por todos nós. Os anos de caminhada da nossa Congregação e da nossa Província nos permitem acreditar um pouco mais no Deus que nos chama, porque nos ama de maneira especial, e só pede de cada um de nós a autorização, a permissão, o consentimento para realizar maravilhas em nossas vidas. De nossa parte é preciso ter coragem, confiar e avançar para águas mais profundas. Nas mãos de Maria, confiando também na proteção do nosso padroeiro São José e a intercessão de Pe. Dehon queremos juntos fazer essa caminhada de trabalho, doação, partilha, solidariedade e oração, buscando sempre seguir o chamado do Senhor que nos convida: “Sai da tua terra (…) e vai para a terra que eu vou te mostrar” (Gn 12,1). Que Deus nos ajude. Muito Obrigado!

P. Gilberto Bonato Xavier, SCJ

            Superior Provincial